SITE INTERNACIONAL DE NOTÍCIAS, INFORMAÇÕES, OPINIÃO SOBRE ECOLOGIA, MEIO AMBIENTE E CULTURA

Learning everything you need to know about

a person by looking at

their bookshelves

I always love going to people’s houses for the first time, because there’s just so much you can learn about a person by looking at their living environment. By the same token, I’m often a little shy to have people in my own home because it makes me feel vulnerable and exposed, like I’m letting them see a bit too much of my psyche. Continue lendo »

Anúncios

The Most Contaminated Place on Earth: Chelyabinsk-40

We’re quite familiar with the lore of various secret United States nuclear facilities; their storied history and operations being shrouded in secrecy has fascinated us for decades. What we seldom hear about are the secret nuclear laboratories and test facilities of our greatest Cold War opponent – the former U.S.S.R. One particular installation – Chelyabinsk-40 – was the first Soviet plutonium production complex and the site of three separate massive nuclear incidents. Until recently this area was not on maps and the Russian government denied its existence. No visitors were allowed under any circumstances, and all residents worked in the facility (later referred to as Chelyabinsk-65).  With the fall of the Soviet Union in the early 90′s, Chelyabinsk-40 was finally publicly acknowledged by the Russian government and granted town status.  In 1994, Chelyabinsk-65 was finally given a name: Ozyorsk.  Continue lendo »

ALARMA EN CHINA POR UNA GIGANTESCA MANCHA DE PETRÓLEO

Alarma en China por una gigantesca mancha de petróleo

Imagen: Corbis

De RT/ MSK
Una mancha de petróleo de 4.250 kilómetros de extensión ha llegado a la costa noreste de China. Los medios oficiales del país han divulgado la información hoy, aunque al parecer el incidente se produjo hace tiempo. Continue lendo »

La “sustentabilidad” de la minería se llama destrucción

Una de las actividades de explotación de recursos naturales que genera más impactos negativos y que, al mismo tiempo, genera más ganancias, es la minería. Tal vez sea por ello que las mayores empresas mundiales del sector compiten entre sí, no solamente por las reservas minerales sino por el grado de perfección con que trabajan el imaginario popular para ser consideradas ejemplos de ‘sustentabilidad’. Continue lendo »

Relatório analisa consciência ambiental de empresas

  Autor: Jéssica Lipinski   –   Fonte: Instituto CarbonoBrasil/KPMG/PNUMA/FFI

Embora a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos estejam ganhando a atenção da indústria nos últimos anos, muitos setores ainda parecem desconsiderar os riscos e oportunidades associados com a preservação da natureza

http://www.institutocarbonobrasil.org.br

Para satisfazer os exageros de consumo dos habitantes do planeta, empresas abusam dos recursos naturais de forma irracional e a cada dia nos aproximamos mais de uma crise que será provocada pela escassez de matérias-primas e serviços ecossistêmicos. Para tentar evitar esse cenário, ou ao menos se adaptar a ele, algumas companhias já estão desenvolvendo estratégias de conservação de biodiversidade e dos serviços ambientais (BES).

Entretanto, uma pesquisa intitulada Sustainable Insight – The Nature of Ecosystem Services Risks for Business (Visão Sustentável – A natureza dos riscos de serviços ambientais para empresas), revela que embora a biodiversidade e os serviços ecossistêmicos tenham entrado em pauta nos últimos anos, muitos setores ainda não estão cientes da importância dessa questão, seja ambiental ou financeiramente.

O relatório, publicado recentemente pela consultoria KPMG, pela Flora & Fauna Internacional (FFI) e pela Iniciativa Financeira do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA IF), sugere que mesmo empresas de setores que estão sempre em contato com questões ambientais, como o da extração, da construção, do agronegócio e mesmo das finanças, não desenvolvem estratégias de preservação de BES. Continue lendo »

SEMANA ANTI-NUCLEAR EM PERNAMBUCO

No próximo mês de agosto ocorrerá em Recife a Semana Anti Nuclear, organizada pelo Movimento Ecossocialista de Pernambuco (www.mespe2011.ning.com) com o apoio da Fundação Lauro Campos, Fundação Heinrich Böll, Greenpeace, Centro Cultural Correios, Simples Consultoria e Articulação Anti Nuclear Brasileira. Na quarta-feira dia 10, as 19 horas, no Centro Cultural Correios haverá o lançamento da Revista Ecoss de Pernambuco com o tema “Reflexões sobre Energia Nuclear”, reunindo textos de autores do mundo acadêmico, político e de organizações sociais. Em seguida ocorrerá o debate Pernambuco: Energia Nuclear e Desenvolvimento, tendo com debatedores o economista ecológico Clovis Cavalcanti (UFPE/Fundaj), o professor Heitor Scalambrini Costa (UFPE/Mespe) e Roberto Malvezzi, conhecido como Gogó, militante social e escritor.As 19:30 horas, da sexta-feira dia 12 de agosto, no teatro Hermílio Borba Filho (Teatro Apolo) será apresentado o espetáculo Poético Musical de Educação Ambiental Bicho Homem, com textos de literatura de cordel e músicas de Allan Sales e Trupe. Na ocasião será lançado o cordel “Não queremos usina nuclear em Pernambuco, no Nordeste e no Brasil”, de autoria de Allan Sales.Serviço:
Lançamento da Revista Ecos de Pernambuco Debate Pernambuco: Energia Nuclear e Desenvolvimento Dia: 10 (quarta-feira) Mês: agosto de 2011 Hora: 19 horas Local: Centro Cultural Correios, Av. Marques de Olinda-262 (bairro do Recife) Fones: 3224-5739/3424-1935Espetáculo Poético Musical de Educação Ambiental Bicho Homem e
Lançamento do cordel “Não queremos usina nuclear em Pernambuco, no Nordeste e no Brasil”
Dia: 12 (sexta-feira)
Mês: agosto de 2011
Hora: 19:30 horas
Local: Teatro Hermílio Borba Filho (teatro Apolo), Rua do Apolo, 121 (bairro do Recife)
Fone: 3355-3320

Press Release – Recife, 11 de Julho de 2011

Podemos criar uma indústria química sem impactos

ambientais?

A ciência química permite ao homem realizar transformações íntimas na estrutura da matéria. O seu desenvolvimento e industrialização, a partir do séc. XVIII, significou que essas transformações passaram a se realizar em um escala massiva, tendo efeitos mais e mais abrangentes.

A cada vez que inovações mudavam a base tecnológica dessa indústria, produtos e serviços inéditos chegavam à sociedade, assim como surgiam problemas ambientais novos e complexos.

Chuva ácida, redução da camada de ozônio, aumento da incidência de câncer, resíduos de plásticos nos mares, toneladas de resíduos sólidos perigosos geradas diariamente, todos foram desafios com que a indústria e a sociedade tiveram que aprender a lidar e que tiveram até agora resultados com grau variado de eficácia.

Neste artigo, buscaremos identificar essas principais mudanças tecnológicas e desafios ambientais relacionados à evolução do setor químico, assim como discutir se uma indústria química “verde”, com impactos nulos ou mínimos poderia surgir a partir de novas tecnologias. Continue lendo »